Digite o nome da música e clique em pesquisar

Carregando...

Telegraph Road - Dire Straits - para Piano - n.º 743

terça-feira, 28 de agosto de 2012





Telegraph Road

A long time ago came a man on a track
walking thirty miles with a sack on his back
and he put down his load where he thought it was the best
he made a home in the wilderness
he built a cabin and a winter store
and he ploughed up the ground by the cold lake shore
and the other travellers came riding down the track
and they never went further and they never went back
then came the churches then came the schools
then came the lawyers then came the rules
then came the trains and the trucks with their loads
and the dirty old track was the telegraph road
Then came the mines - then came the ore
then there was the hard times then there was a war
telegraph sang a song about the world outside
telegraph road got so deep and so wide
like a rolling river...
And my radio says tonight it's gonna freeze
people driving home from the factories
there's six lanes of traffic
three lanes moving slow...
I used to like to go to work but they shut it down
I've got a right to go to work but there's no work here to befound
yes, and they say we're gonna have to pay what's owed
we're gonna have to reap from some seed that's been sowed
and the birds up on the wires and the telegraph poles
they can always fly away from this rain and this cold
you can hear them singing out their telegraph code
all the way down the telegraph road
You know I'd sooner forget but I remember those nights
when life was just a bet on a race between the lights
you had your hand on my shoulder you had your hand in my hair
now you act a little colder like you don't seem to care...
but believe in me baby and I'll take you away
from out of this darkness and into the day
from these rivers of headlights these rivers of rain
from the anger that lives on these streets with these names
'cos I've run every red light on memory lane
I've seen desperation explode into flames
and I don't wanna see it again...
From all of these signs saying sorry but we're closed
all the way down the telegraph road

Estrada Dos Telégrafos

Há muito tempo atrás veio um homem numa trilha
Caminhando trinta milhas com um saco em suas costas
E eles abaixou sua carga onde achou melhor
Ele fez sua casa num deserto
Ele contruiu uma cabana e um abrigo de inverno
E ele arou o campo até a fria margem do lago
E outros viajantes vieram e ficaram
E eles nunca prosseguiram e nunca mais voltaram
Então vieram as igrejas então vieram as escolas
Então vieram os advogados e então vieram as leis
Então vieram os trens e os caminhões com suas cargas
E a velha e suja trilha virou a estrada dos telégrafos
Então vieram as minas - Então veio o minério
Então foram tempos difícies então veio uma guerra
Os telégrafos cantaram uma canção sobre mundo lá fora
A estrada dos telégrafos ficou tão profunda e tão grande
Como as correntezas de um rio
E meu rádio diz que a noite vai gear
Pessoas dirigindo das fábricas para casa
São seis faixas de trânsito
Três faixas se movem lentamente
Eu costumava gostar de ir trabalhar mas eles interromperam
Eu tinha o direito de ir trabalhar mas aqui não se acha trabalho
Sim e eles dizem que nós vamos ter que pagar o que é nosso
Nós vamos ter colher algumas sementes que plantamos
E os pássaros subiram na cerca e os telégrafos guiaram
Eles sempre podem voar para longe desta chuva e frio
Você pode escutar-los cantando seus códigos telegráficos
De todo modo fecharam a estrada dos telégrafos
Você sabe que eu preferia esquecer mas eu me lembro daquelas noites
Quando a vida era apenas uma aposta numa corrida entre as luzes
Você tinha sua cabeça em meus ombros tinha sua mão em meus cabelos
Agora você fingi-se fria como se não se importasse
Mas acredito em mim baby e eu te levarei
Dessa escuridão para o dia
Daqueles rios de luzes daqueles rios de chuva
Do anjo que mora nas ruas com aqueles nomes
Porque eu tenho fugido de todas luzes vermelhas da minha memória
Eu tenho estado deseperado explodindo de paixão
E não quero ver novamente
De todos aqueles pecadores dizendo lamento mas nós estamos fechados
De todo jeito fecharam a estrada dos telégrafos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

.

.

Opções PagSeguro

Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro

Compras Por Depósitos Bancários



Para comprar através de depósito ou transferência

Após o pagamento envie o comprovante e o nome da música para: periclesvilela@hotmail.com





Banco do Brasil
Agencia 7010-6
Poupança Variação 51 - n.º 190721-2
Titúlar: Pericles Vilela Santos

Banco Caixa - Casas Lotéricas

Agencia 0906
Operação 001 - Conta Corrente n.º 20097-6
Titular: Pericles Vilela Santos

Banco Santander

Agencia 0277
Conta Poupança: 60001879-5
Titular: Pericles Vilela Santos






Veja abaixo as partituras mais acessadas no mês de Junho/2016

Pedido de Partituras

Pedido de Partituras
periclesvilela@hotmail.com

Curta Partituras no Facebook

Google+ Followers

Seguidores

Partituras Musicais do Brasil e do Mundo

Nosso Endereço: Avenida das Nascentes, 280, Parque Rizzo I

Cotia - SP. - CEP: 06702-617


Telefones: (11) 4616-8357 (11) 4703-6811
Celulares: Vivo: (11) 97412-2649 - Tim: (11) 95242-54-62

Total de visualizações de página

 
Partituras Musicais | by TNB ©2010