Digite o nome da música e clique em pesquisar

Carregando...

Como uma Pedra a Rolar - Zé Ramalho - n.º 1170

domingo, 20 de abril de 2014










Para comprar através de depósito ou transferência - R$  8,90
Após o pagamento envie o comprovante e o nome da música  para: periclesvilela@hotmail.com

Banco do Brasil
Agencia 7010-6
Poupança Variação 51 - n.º 190721-2
Titúlar: Pericles Vilela Santos 

Banco Caixa e Casas Lotéricas
Agencia 0906
Operação 001 - Conta Corrente n.º 20097-6
Titular: Pericles Vilela Santos

Banco Santander
Agencia 0277
Conta Poupança: 60001879-5
Titular: Pericles Vilela Santos


Houve um tempo em que você se vestia bem
Jogava moedas para os vagabundos
Não era assim?
As pessoas lhe diziam para se cuidar
Porque estava caindo e ia se queimar

Você só sorria, para ironizar
Até dos que não tinham onde se deitar
Agora não tem mais a empáfia
agora a sua voz já não diz tanta lábia
Você está sozinha agora
Sem saber onde vai comer...

Deve ser ruim, deve ser ruim
Não ter onde ficar
Completamente sozinha
Como uma pedra a rolar

Nem a sociedade
Nem a escola lhe ensinavam nada
Pois apenas... te mimavam
Ninguém falou como é viver na rua
e é ali onde você vai se virar

nunca achou que isso fosse lhe acontecer
Pos sua posição política iria lhe comprometer
E agora não tem mais onde ir
E o seu orgulho nada vale aqui
Pois não há mais nenhum álibi
Nem o que barganhar

Deve ser ruim, deve ser ruim
Não ter aonde ficar
Completamente sozinha
Como uma pedra a rolar

Nunca encarou os palhaços e mágicos
Fazendo truques, rindo pra você
Nunca entendeu, que não se pode
Usar os outros pra se ter
O que se quer

Você, que desfilava com seu diplomata
Que num cavalo reluzente tudo lhe tomava
Agora é tarde para voltar
Sei que é duro, mas vai aceitar
Você não tem mais nenhum segredo
Nem mais charme pra jogar

Deve ser ruim, deve ser ruim
Não ter aonde ficar
Completamente sozinha
Como uma pedra a rolar

Princesa, com seu séquito brilhante
Cheia de presentes, pra esnobar
Agora não tá fácil
Teve que tirar o seu anel de diamantes
E penhorar

Você só queria ir se divertir
Tal qual Napoleão, quando foi mentir
E agora não tem nada a fazer
Quando não se tem nada
Nada se tem a perder
Você está invisível agora
A ilusão acabou

Deve ser ruim, deve ser ruim
Não ter onde ficar
Completamente sozinha
Como uma pedra a rolar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

.

.

Opções PagSeguro

Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro

Compras Por Depósitos Bancários



Para comprar através de depósito ou transferência

Após o pagamento envie o comprovante e o nome da música para: periclesvilela@hotmail.com





Banco do Brasil
Agencia 7010-6
Poupança Variação 51 - n.º 190721-2
Titúlar: Pericles Vilela Santos

Banco Caixa - Casas Lotéricas

Agencia 0906
Operação 001 - Conta Corrente n.º 20097-6
Titular: Pericles Vilela Santos

Banco Santander

Agencia 0277
Conta Poupança: 60001879-5
Titular: Pericles Vilela Santos






Veja abaixo as partituras mais acessadas no mês de Junho/2016

Pedido de Partituras

Pedido de Partituras
periclesvilela@hotmail.com

Curta Partituras no Facebook

Google+ Followers

Seguidores

Partituras Musicais do Brasil e do Mundo

Nosso Endereço: Avenida das Nascentes, 280, Parque Rizzo I

Cotia - SP. - CEP: 06702-617


Telefones: (11) 4616-8357 (11) 4703-6811
Celulares: Vivo: (11) 97412-2649 - Tim: (11) 95242-54-62

Total de visualizações de página

 
Partituras Musicais | by TNB ©2010